Thursday, December 2, 2021
0
  • No products in the cart.
Resenhas

Resenha #001 – Cafeína, de Maurício Torres Assumpção

117Views

Cafeína, de Maurício Torres Assumpção é o resultado de 4 anos de trabalho entre pesquisa histórica e concretização escrita das ideias do autor. Em minha opinião, quatro anos bem empregados, porque temos uma obra impecável, tanto do ponto de vista da construção do enredo quanto ao uso de nossa língua materna.

E quem sou eu para afirmar isso? Ninguém. Não sou uma falante impecável, uma purista, alguém que não comete erros. Não, não sou. Mas, sem falsa modéstia, posso afirmar que sou uma grande leitora, uma leitora competente. Em 52 anos de idade, 47 dos quais leio com afinco, creio que já li de tudo um pouco, conheci os mais diversos gêneros literários. E sei diferenciar produções boas e ruins.

Então, posso te dizer? Que livro interessante!

Através dele conhecemos a história da queda da monarquia brasileira, o exílio da família real, o final da escravidão, a morte dos grandes latifúndios cafeicultores baianos. Conhecemos também a vida da nobreza brasileira em seu exílio em Paris. Vamos nos deparar com tipos esnobes, inúteis, de moral duvidosa, golpistas, esbanjadores do dinheiro desviado de terras brasileiras. E o que mais? Veremos uma Paris diferente, desnudada, pulsando entre os extremos da riqueza e extrema pobreza, do acolhimento de imigrantes como mão de obra barata, a Paris dos cabarés e da compra de políticos por aqueles que podiam pagar. Alguém sentiu o cheiro familiar das terras tupiniquins?

Entre idas e vindas, inteiramo-nos a respeito dos sonhos de cada integrante da família Lopes de Carvalho e nos tornamos íntimos de Antônio, o pai, marido e provedor de todos. Convivemos também com as dificuldades de outro brasileiro, dessa vez pobre, morando em Paris por ter empreendido fuga desesperada. Seu nome? Sebastião, ou Tino para os íntimos. Antônio, cometeu crime patrimonial e fugiu com a família. Tino, que não cometeu crime algum, se viu obrigado a fugir por conta de crime que lhe imputavam sem que tivesse a menor participação na ocorrência do mesmo. Suas vidas irão se cruzar na França, de modos que você nem imagina.

Não posso dizer mais nada, sob pena de ser guilhotinada por spoiler.

Leia! É incrível. Beijos e me liga.

claudiamester
the authorclaudiamester

Leave a Reply